Aprenda a controlar a oleosidade

postado por Milene Penante

Excesso de oleosidade e maquiagem não combinam. Não adianta caprichar no look e vê-lo derreter em pouco tempo por conta daquele aspecto brilhante. Mas, que medidas preventivas podem ser tomadas para evitar esse desastre? "É preciso prestar atenção no tipo de sabonete que você usa, na composição da maquiagem e até no seu corte de cabelo", afirma o dermatologista Ademir Junior, da Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

Antes do make propriamente dito, o especialista recomenda alguns cuidados. Comece pelo banho. Use sabonetes específicos para o rosto e seu tipo de pele. A temperatura da água também é importante. "Muito quente, ela remove a oleosidade natural da sua pele, incentivando o organismo a produzir mais sebo. Prefira água morna ou fresca", diz. O mesmo efeito ocorre quando se lava várias vezes o rosto ou passa lencinho umedecido. O resultado é mais óleo.

Limpe a pele antes de aplicar a maquiagem - Foto: Getty Images

Cabelos com franja também não são uma boa pedida para quem tem a pele oleosa. Isso porque a oleosidade do couro cabeludo e dos fios se acumula na testa e no rosto, além de abafar a pele.

Alguns agentes externos contribuem para a oleosidade da pele. Um deles é a poluição, que facilita a inflamação cutânea. O outro é a exposição ao sol. Aparentemente, ele melhora o aspecto pegajoso, mas, na verdade, piora em pouco tempo. Não descarte o uso do protetor sem óleo para a face, com FPS 30 no mínimo, ressalta o dermatologista. Em geral, esses produtos vêm em forma de gel, gel-creme ou fluido. Eles formam uma barreira contra os raios ultravioletas e evitam que a oleosidade da pele aumente.

Evitar bebidas alcoólicas e alimentação muito calórica também ajuda. Procure beber bastante água e comer frutas, verduras e legumes. Esses detalhes fazem diferença e refletem na saúde da sua pele.

Maquiagem mineral é uma ótima opção, pois inibe a produção de sebo na pele

Maquiagem x oleosidade
O uso do pó é a saída mais comum para disfarçar o brilho excessivo da pele na hora do make. Mas ele deve vir sempre acompanhado de uma boa limpeza facial com produtos desenvolvidos especificamente para esse tipo de pele. Evite usar hidratantes nas áreas mais oleosas. Mesmo que a pele pareça ressecada logo após o banho, em pouco tempo a oleosidade natural vai retornar. Experimente opções com o chamado efeito mate, que dão aspecto mais seco.

Uma ótima opção é a maquiagem mineral, que não tem óleo, fragrâncias e nem corantes em suas fórmulas. Por isso, não estimula a produção de sebo. "Ela utiliza como principais compostos o dióxido de titânio e o óxido de zinco coloridos, que são minerais extraídos diretamente do solo", explica o maquiador Carlos Jamayka, do Up Hair Design, de São Paulo. Outro ponto positivo dessa formulação mais suave é que ela não tampa os poros da pele, deixando que respirem normalmente.

As desvantagens ficam por conta da aplicação e do preço desses produtos. Os cosméticos minerais normalmente são mais líquidos e concentrados, por isso necessariamente exigem um pincel com cerdas mais resistentes. Segundo o maquiador, por conta disso e pelas cores serem mais fortes, se usa menos produto e a maquiagem rende. Uma boa recompensa, já que os cosméticos minerais costumam ser aproximadamente 30% mais caros que os tradicionais.

Um último alerta do dermatologista é nunca esquecer de retirar toda a maquiagem antes de dormir. Depois do demaquilante e de fazer a limpeza da pele com espuma facial e loção adstringente, Junior recomenda aplicar uma loção ou um gel que reduza a oleosidade da pele. Pela manhã, é necessário retirar o produto lavando bem o rosto.




0 comentários:

Postar um comentário

Olá. Seja bem-vindo ao meu Cantinho. Sinta-se à vontade para deixar sua opinião, mas lembre-se que ofensas e palavras de baixo calão não serão aceitas, assim como comentários anônimos.